• Muhammad Yunus
Muhammad Yunus
  • Muhammad Yunus

Muhammad Yunus, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 2006, é o pai do microcrédito e dos negócios sociais. É o fundador do Grameen Bank e de outras 50 empresas em Bangladesh, a maior parte delas como negócios sociais.

O Professor Yunus nasceu em Bangladesh em 1940, em 1965 recebeu uma bolsa para estudar economia na Universidade de Vanderbilt nos EUA, recebendo, em 1969 recebeu o título de Ph.D. Em 1972 ele retornou a Bangladesh como presidente do Departamento de Economia da Universidade de Chittagong.

Em 1976, o Professor Yunus começou a fazer experiências com o fornecimento de pequenos empréstimos para os pobres sem as garantias e exigências tradicionais dos bancos comerciais. O projeto foi chamado de Grameen Bank e, mais tarde, em 1983, tornou-se um banco oficial para fornecer empréstimos aos pobres, principalmente mulheres na zona rural de Bangladesh. Hoje o Grameen Bank tem mais de 8,4 milhões de mutuários, 97% dos quais são mulheres, e desembolsa mais de 1,5 bilhões de dólares por ano. A idéia se espalhou por quase todos os países do mundo, incluindo países desenvolvidos e industrializados.

Muhammad Yunus foi convidado pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, a atuar como um defensor da ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio). Faz parte do Conselho de Administração da Fundação das Nações Unidas, da Fundação Schwab , da Fundação do Príncipe Albert II de Mônaco, da Fundação Grameen Credit Agricole e da Fundação Chirac. É também um dos membros fundadores do The Elders. Professor Yunus atua como Nobel Laureate in Residence na Universiti Kebangsaan Malásia (Universidade Nacional da Malásia).

O único lugar onde a pobreza deve existir é em museus.

Foi escolhido pela Wharton School of Business como uma das “As 25 Pessoas Mais Influentes de negócios dos últimos 25 anos”. Asiaweek (Hong Kong) o selecionou como um dos “Vinte Grande Asiáticos 1975 – 1995”). Pela indiana “Ananda Bazaar Patrika” o professor foi escolhido como um dos “Dez Grandes bengalis do século (1900 -., 1999)”

Ao Professor Muhammad Yunus são destinados mais de 50 títulos Honoris causa por universidades em 20 países. Ele já recebeu 112 prêmios de 26 países, incluindo honras de Estado de 10 países. Outros prêmios notáveis incluem, o Prêmio Ramon Magsaysay (1984), World Food Prize (1994), Simon Bolivar International Prize (1996), Sydney Peace Prize (1998), o Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia (1998).

Em 2006, lhe foi atribuído conjuntamente ao Grameen Bank o Prêmio Nobel da Paz e no mesmo ano pela revista Time foi apontado como um dos 12 maiores líderes empresariais em “60 anos de Heróis asiáticos”.

Em 2008, em uma votação online aberta, Yunus foi eleito o segundo lugar na lista dos Top 100 intelectuais do mundo pela revista britânica Prospect em parceria com a Foreign Policy (Estados Unidos). Em 2010, foi listando pela revista inglesa The New Statesman como um das “50 figuras mais influentes do mundo”

 


Rastreardo seu site.

ferigoli

Publicitário. Nascido em meio a uma família de artistas, desde cedo teve lápis e papel nas mãos... Hoje navega entre a literatura e o cinema, a propaganda e a educação, na comunicação com conteúdo.

Deixe um comentário